Medida do governo Bolsonaro bloqueia R$ 17 milhões da Univasf, que acaba de chegar a Salgueiro

0
68

placa-univasf-768x511

Determinação do governo Bolsonaro, através do Ministério da Educação (MEC), de cortar 30% da verba para as universidades federais atingiu em cheio a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), que acaba de inaugurar o curso de Engenharia de Produção em Salgueiro.

Em nota, a universidade sediada em Petrolina afirma que o corte atinge a maioria das ações da instituição. “Abrange ações de fomento à graduação, pós-graduação, ensino, pesquisa e extensão; contratos; capacitação de servidores; programas de restruturação e modernização”, assinala.

A reitoria da Univasf destaca que o bloqueio de 30% da verba equivale a R$ 11 milhões do orçamento de custeio da universidade. Já em relação a investimentos, incluindo emendas parlamentares, a restrição ultrapassa R$ 6 milhões, atingindo 84% do orçamento previsto.

Ainda de acordo com a reitoria, iniciativas internas serão tomadas para ajustar as despesas ao orçamento, em caráter emergencial.

A universidade espera que o bloqueio seja revertido no segundo semestre, como garantiu o MEC.

A continuidade dessa política de contingência no orçamento das instituições de ensino superior pode inviabilizar a construção do campus da Univasf em Salgueiro. As obras estão previstas para o segundo semestre de 2020.

Da redação do Blog Alvinho Patriota

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Digite seu nome aqui